10 Armas reais que parecem obra de ficção científica

Neste post trazemos o artigo de Miguel Kramer, do site http://hypescience.com. Acompanhe abvaixo o texto:

O que nem todo mundo sabe é que algumas destas armas já entraram nos campos de batalha da vida real.

Confira a nossa lista de dez armas modernas que parecem saídas de algum filme futurista!

10. Lançador de granadas XM-25

armas da ficção científica futuro

Este enorme equipamento tem uma força até 300% mais potente que uma arma comum, e pode alcançar alvos a até 700 metros de distância. A arma tem um laser que localiza os alvos e um mini computador embutido, e é carregada com quatro projéteis de 25 mm, que podem ser programados para serem lançados ao passar pelos alvos. O exército dos Estados Unidos pretendem utilizar o XM-25 a partir de 2012.

9. Robôs-armas

armas da ficção científica futuro

Armamentos que podem ser disparados à distância não são nenhuma novidade, mas cada vez mais os robôs passam a ser uma realidade nos campos de batalha – ainda que com performances tímidas. Geralmente eles são utilizados para desarmar bombas, e não para fazer parte dos combates. Um grupo de robôs estadunidenses foi enviado à guerra do Iraque, mas nunca chegaram a disparar um tiro: o exército não tem certeza que os robôs não iriam surtar e possivelmente atirar contra suas próprias tropas.

O robô sistema Maars, por exemplo, teve três exemplares enviados ao Iraque em 2009. Ele é um robô que pode ser equipado com quatro lançadores de granadas e uma arma que pode carregar uma munição de até 700 tiros de grosso calibre. Além disso, o equipamento pode liberar bombas de gás lacrimogêneo ou de fumaça.

8. Queimando o inimigo

armas da ficção científica futuro

Este incrível armamento, chamado de Active Denial System, libera um feixe de radiação milimétrico, que faz com que as pessoas sintam que a pele está queimando, mas não causa danos permanentes à vitima do raio. Embora a arma seja promissora com a sua intenção não-letal, o equipamento estadunidense ainda tem muitos problemas. Em um dia chuvoso, ao radiação pode se dispersar nas gotas d’água, e chegar ao alvo sem efeito. Em duas muito quentes, o sistema pode parar de funcionar. Além disso, o equipamento é gigantesco, e o exército atualmente procura por opções de equipamentos semelhantes que sejam menores e mais resistentes.

7. Expulsando com sons

armas da ficção científica futuro

Cada vez mais os armamentos de guerra se tornam mais letais ou completamente inofensivos, para tentar reduzir o número de casualidades sem perder as batalhas. Este equipamento, chamado de Long Range Acoustic Device (Dispositivo Acústico de Grande Alcance), pode ser utilizado por tropas que suspeitam que tropas inimigas se aproximam. O aparelho envia ondas de som que podem ser ouvidas a até 300 metros de distância, e pode ser ligado no máximo para que ninguém nas redondezas tenha outra escolha a não ser fugir com os ouvidos doendo. O equipamento já foi utilizado para repelir piratas e para dispersar protestantes contra a reunião do G-20.

6. Aviões controlados remotamente

armas da ficção científica futuro

Lembra que antes comentamos que os robôs ainda não foram utilizados no Iraque porque podem não ser 100% seguros? Pois os aviões controlados remotamente têm exatamente este problema, mas já são utilizados em larga escala porque têm um custo menor que os jatos supersônicos que eram utilizados. Os drones de modelo Predator conseguem levar até dois mísseis Hellfire, enquanto o avião maior, chamado de Reaper, consegue carregar quatro mísseis e duas bombas de até 250 quilos cada. Infelizmente, o armamento não é tão seguro, pois já causou acidentes que causaram a morte de civis paquistaneses.

5. Granadas de susto

armas da ficção científica futuro

Estas granadas, chamadas de ‘Flash Bang’ em inglês, foram criadas para atordoar as pessoas, e não feri-las. Infelizmente, a segurança destas granadas não é tão boa: elas já causaram o desmembramento de um soldado estadunidense, e causaram perdas de audição em vários outros. Ainda assim, o sistema está sendo aperfeiçoado como mais uma arma não-letal, e um novo modelo libera partículas de alumínio em chamas no ar, causando um clarão sem uma onda de choque.

4. Onda de choques

armas da ficção científica futuro

Eu não sei quanto a vocês, mas eu pensaria duas vezes antes de tentar passar por este assustador aparelho. Entretanto, ele é ainda mais assustador do que a sua aparência pode deixar transparecer: quando alguém tenta passar por ele e o aparelho é ativado, ele libera 24 sondas elétricas de uma vez na direção do alvo. Não é letal, mas bastante assustador!

3. Inimigo com náuseas ou aparelho de festa?

armas da ficção científica futuro

Na realidade, este equipamento tem as duas utilidades. Depois de ouvir falar sobre uma arma que deixava as pessoas enjoadas como em viagens marítimas, os criadores Limor Fried e Phil Torrone decidiram construir seu próprio equipamento de náuseas em casa. Além disso, eles fizeram o equipamento por cerca de 250 dólares (430 reais) e postaram na Internet um passo a passo de como construir seu próprio nauseador, que pode também ser utilizado para animar festas com as 36 luzes pulsantes de LEDs.

2. Interrupção Ocular

armas da ficção científica futuro

Se você tem medo de ser atacado, mas não tem certeza se alguém vai mesmo atirar em você, este armamento ajuda a dar o recado: a arma libera um laser verde chamado de “Dispositivo de Interrupção Ocular” que basicamente avisa ao inimigo que é hora de voltar para trás. O modelo LA-9/P pode liberar o aviso a até 4 quilômetros de distância, por exemplo.

1. Laser derrubando aviões inimigos

armas da ficção científica futuro

Este é o Laser Avenger, incrível equipamento que já mostramos aqui. O equipamento criado pela Boeing utiliza um feixe de energia de 1 quilowatt para derrubar aviões não-tripulados, e destruir alvos em terra com uma incrível precisão. Ele também pode ser montado sobre bases móveis de armas tradicionais.

 

Referência:
Hype Science. Disponível em: <http://hypescience.com/26282-10-armas-que-parecem-obra-de-ficcao-cientifica/>. Acesso em 12 de junho de 2012.

Escreva seu comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s